BRASIL: Lançada Frente Parlamentar Mista da Defesa Nacional

Bandeira-do-Brasil (1)

No último dia 2 de junho, foi lançada na Câmara dos Deputados, em Brasília, a Frente Parlamentar Mista da Defesa Nacional com a presença do ministro da Defesa, Jaques Wagner.

Gripen-Proud_to_become_brazilian

Gripen: Proud to become brazilian / Gripen: Prazer em se tornar brasileiro (Campanha da Saab)

Segundo o coordenador da frente, deputado Carlos Zarattini, do PT de São Paulo, o objetivo é conseguir apoio parlamentar para o desenvolvimento da Estratégia Nacional de Defesa, criada em 2008. O texto reafirma a necessidade de modernizar as Forças Armadas e afirma que a defesa é inseparável do desenvolvimento.

Entre outros pontos, a estratégia determina prioridade à região amazônica, aumenta a presença das Forças Armadas nas fronteiras e prepara estas forças para desempenhar operações de paz. Segundo Zaratini, os projetos precisam do apoio de uma frente, pois dependem de recursos financeiros num ano em que o Brasil faz o ajuste fiscal.

KC-390 Embraer

Aeronave de transporte militar KC-390, por ocasião do seu primeiro voo, realizado no dia 03.02.2015, na cidade de Gavião Peixoto, SP (Foto: Embraer)

“Os principais projetos que nós temos são os projetos relativos à defesa do espaço aéreo, que é o projeto KC-390, que é um avião cargueiro que a Embraer vem desenvolvendo e a construção dos caças em que fizemos parceria com a Suécia. Na área naval, o principal projeto é o submarino de propulsão nuclear, que já está em processo de construção. E, relativamente ao Exército, é a ocupação da fronteira na região da Amazônia, por meio de um projeto de defesa chamado Sisfron, Sistema de Defesa de Fronteiras. Esses são basicamente os principais projetos.”

globalassets-commercial-air-gripen-fighter-system-gripen-ng-gripenhdr2

Mock-up do Gripen NG (Foto: Saab AB)

Estiveram presentes representantes da Associação Brasileira das Indústrias de Material de Defesa. Eles apresentaram pesquisa que aponta que, em 2014, o setor de segurança no Brasil correspondeu a 3,7% do Produto Interno Bruto nacional. A cada 10 milhões de reais investidos, os efeitos na economia seriam de mais de 18 milhões de reais. O ministro da Defesa, Jaques Wagner, comentou a importância da frente.

“Eu espero que essa interação, principalmente neste momento que é hora de renovar, fazer a revisão dos documentos fundamentais da defesa, as estratégias, a política, e o Livro Branco, que a gente realmente possa ter a participação daqueles que representam a sociedade brasileira.”

O Livro Branco, citado pelo ministro, é um documento público que expõe a visão do governo sobre o tema da defesa, a ser apresentado à comunidade nacional e internacional. Segundo o ministro, para a pasta, uma das prioridades na Câmara é a aprovação de uma emenda à MP 674 que garante recursos para o setor. A frente parlamentar tem 210 deputados e seis senadores.


Áudio


FONTE: FAB (via NOTIMP), Câmara dos Deputados – EDIÇÃO: Cavok

IMAGENS: Meramente ilustrativas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s